Rapport na PNL

O Rapport é a habilidade de uma pessoa se conectar com outra pessoa. Em outras palavras, podemos dizer que o rapport é a estruturação da empatia.

Ainda antes do surgimento da Programação Neurolinguística, no início da década de 70, o rapport já era aplicado por psicólogos. Entretanto, a PNL deu uma atenção especial para estruturar e entender ainda melhor estas técnicas.

Pressuposto da PNL

A PNL possui crenças que auxiliam o entendimento de seus assuntos, estas crenças são quase como regras e chamamos de pressupostos. O pressuposto que ajuda a entender as técnicas de rapport é que “as pessoas gostam de pessoas que são como elas ou como elas gostariam de ser”.

Ou seja, todos nós tendemos a gostar de pessoas que possuem características similares a nós. Se você pensar bem, certamente no seu grupo de amigos todos possuem um grande ponto em comum.

Você também vai gostar: 17 Duras Verdades Sobre o Desenvolvimento Pessoal.

Seja gostar de churrasco, gostar de baladas ou terem a mesma religião, algo intenso une vocês e faz com que vocês gostem uns dos outros.

Assim, uma maneira de se criar rapport é justamente encontrando pontos em comum e expondo eles durante uma conversação.

Rapport profundo

Entretanto, como a PNL estuda aspectos mais profundos do comportamento humano, como pensamentos e comunicação não verbal, é possível criar um nível de rapport ainda mais profundo.

Para isso utiliza-se de conhecimentos de leitura corporal, estudada pelos Practitioners, para aplicar a técnica de Cópia e Espelhamento.

Eu me lembro que certa vez desejava entrar em contato com um grande empresário. Já havia tentado mandar vários e-mails antes disso, mas como havia aprendido sobre o rapport, resolvi testar.

Como o único canal disponível era seu e-mail, fiz um esforço para aplicar o que já havia aprendido através de textos. Sabia também que o assunto do e-mail teria que criar um rapport instantâneo, ou ele nem abriria para ler o conteúdo.

Assim o fiz, descobri qual era sua maior paixão (Starwars) e no título do e-mail coloquei a frase “a força esteja com você”. Não demorou mais que 5 minutos para eu receber a resposta para meu e-mail.

Exercício de Rapport

Existem vários exercícios que você pode fazer para colocar em prática o rapport. Entretanto, assumindo que o leitor pode não ser um practitioner em PNL, sugiro um exercício bastante simples.

Os próximos 3 desconhecidos que encontrar, tente copiar a maneira como eles se comunicam com você… Por exemplo a aproximação, e maneira de falar.

Depois, nos próximos 3 desconhecidos, tente fazer o contrário. Aja completamente diferente na comunicação.

Depois compare o resultado das duas etapas para perceber o poder do Rapport.